Logotipos: Disrupção ou mais do mesmo?

As maiores empresas do mundo têm investido em projetos milionários de branding, mas será que o resultado final dos logotipos não fazendo com que a aparência estética das marcas fique “parecida”.


São muitas as características estéticas que apontam a similaridade, entre elas posso destacar a simetria da tipografia, a ausência de serifas, o espaçamento entre caracteres, a paleta de cor monocromática, e até mesmo o uso do símbolo relacionado a marca, sempre de forma separada e não mais junto com a marca como era feito a alguns anos.

A grande reflexão se dá ao fato de que os logotipos estão todos muito parecidos. É claro que cada projeto de re-design / re-brading (se é que assim que podemos chamar), possui defesas baseadas em estudos conceituais, e assinados por criativos e agências de altíssimo gabarito, mas porque o resultado final tem ficado tão pasteurizado?

É um padrão? Ou uma tendência?

Quando se trata de abstração criativa, muitos profissionais confundem o que é um padrão de mercado com o que é uma tendência, e acabam transformando a própria tendência em um padrão. Sim, eu sei que parece dar um nó na cabeça, mas é isso mesmo. Uma tendência é utilizada tão repetidamente, que logo e se torna um padrão.

Ilustração do VelvetShark comparando os logotipos anteriores e atuais:


Também não podemos esquecer de mencionar que “disrupção” é algo que está em alta no setor criativo. Constantemente vejo esta palavra sendo utilizada para embasar e defender o “re-design” e alguns logotipos que na verdade, não são logotipos nenhum pouco esteticamente disruptivos. É preciso deixar de ter medo de criar, de ousar, de inovar.  É preciso considerar não ser “mais do mesmo”.

Ser diferente é a mesma coisa que ser disruptivo.
Não tenha medo.


Fonte: Velvetshark.com


Gostou

LGPD: Tudo o que precisamos saber.

A LGPD – ou Lei Geral de Proteção de Dados / CGPR Brasileira – Número 14.010 é um conjunto de regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais na internet, ela existe desde 2018.

A partir de agosto de 2020 a lei se tornou obrigatória no Brasil e é necessário que todos os softwares se adequem as novas normas. Entre os principais pontos da LGPD, seguem alguns destaques que é importante que todos nós tenhamos conhecimento.

Consentimento:
Todos os sites e iniciativas tecnológicas que utilizam dados diretos ou indiretos de pessoas precisam solicitar de forma destacada o consentimento do usuário. Ou seja, informar e pedir autorização. Além disso os sites também são obrigados a possuir uma política de privacidade.

Segurança:
A adoção de medidas protetivas e a gestão de segurança dos dado, passou a ser muito importante para que não ocorra nenhum tipo de vazamento. Segurança é prioridade e com a LGPD, vazamos de dados são considerados crimes com contravenções penais muito sérias.

Privacidade:
As pessoas podem solicitar a qualquer momento a remoção dos seus dados das plataformas, que precisam ter um sistema de atendimento protocolo destas solicitações.

Prevenção:
Caso ocorram incidentes, é necessário que as empresas tenham um plano de comunicação cujo principal objetivo é informar todos as pessoas envolvidas sobre o ocorrido. Atenção: A autoridade nacional de proteção de dados pode a qualquer momento solicitar relatórios sobre o que está planejado em caso de possíveis ocorrências.

Educação:
Ações educativas e de treinamento dos profissionais de tecnologia da informação são fundamentais na estruturação de plano de proteção de dados. Se a sua empresa ainda não possui um DPO (Data Protection Offcicer), contrate logo um, ou busque o auxílio de alguma empresa especializada. Já existem muitas opções.


Muitas pessoas de fato ainda nem sabem o que é a LGPD.
Explique, oriente, fique ligado(a).
Isso vale para todo mundo, inclusive os criativos.


Gostou

Estreando o Blog

Hello World! Este é o meu primeiro post aqui no blog. Pretendo trazendo reflexões, dicas e novidades relacionadas a tecnologia, criatividade, arte e música.

Há muito tempo venho buscando um espaço para compartilhar ideias, e junto com a produção do meu novo site, consegui desenvolver de forma ajustada aos meus conceitos, um blog que acredito que tem o formato necessário para servir de plataforma para os meus conteúdos.

Espero que todos possam curtir e aproveitar o máximo possível os conteúdos que aqui neste espaço irei apresentar.

Um abraço a todos.

J


Gostou